Na hora de escrever um número por extenso surgem dúvidas. Devo escrever por extenso ou em algarismo?

Os números de zero a vinte, que podem ser ditos ou escritos em uma só palavra (um, dois, doze, dezesseis...), devem ser escritos por extenso? Ou os números que devem ser escritos por extenso seriam de zero a nove, representados por um só algarismo? Ou seria de outra forma?

Fernanda Bérgamo, professora de redação, ensina que os números "podem" ser escritos em algarismos ou por extenso, mas orienta para "evitar" o uso de certas formas de expressão. Veja o vídeo no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=MXsZCQxBhtc. Nesse mesmo vídeo, o professor de matemática Marcello Menezes ensina que a Matemática usa uma linguagem que fala igual em todo o mundo, mas na parte escrita deve seguir a norma de cada idioma.

As "convenções gráficas" podem apresentar algumas diferenças entre si, mas são "convencionadas" geralmente para que o texto (a parte escrita) possa ser lido sem causar confusão ao leitor.

Voltando à questão inicial da grafia dos números por extenso ou em algarismos, o estilo mais adequado é aquele que atenda a maioria do público leitor. Para o público acadêmico, parece-nos adequados os estilos adotados no Manual de Redação e Estilo do Senado Federal e pela imprensa brasileira.

Assim, para responder à pergunta inicial sobre a forma de escrever por extenso (de zero a nove ou de zero a vinte), a resposta seria: nem um nem outro.

De acordo com o Manual de Redação e Estilo do Senado Federal e das principais empresas jornalísticas do País, devem ser escritos por extenso os números de zero a dez.

Para saber se os números devem ser escritos por extenso ou em algarismos, em diversas situações (valor, ordem, início da frase etc.), leia o Guia prático para escrever numerais por extenso.