Serão oferecidas, gratuitamente, 1.200 vagas para capacitação em IFRS e ISA aos professores de Ciências Contábeis

Rotating earth Very smallO Ibracon (Instituto dos Auditores Independentes do Brasil) e a FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) promovem o programa concebido na modalidade de curso a distância (eLearning). São 1.200 vagas gratuitas, sendo uma para cada IES (Instituição de Ensino Superior) que ofereça curso de graduação em Ciências Contábeis. O professor que receber o treinamento compromete-se a ser multiplicador do conhecimento em sua unidade educacional.

O objetivo é, também, oferecer capacitação em normas contábeis internacionais (IFRS - International Financial Reporting Standards) e em auditoria (ISA - International Standards on Auditing) para diferentes públicos, como profissionais e usuários da contabilidade, além dos professores do ensino superior em Ciências Contábeis.

Convênio - Com a finalidade de contribuir para convergência das normas contábeis brasileiras às internacionais de contabilidade, o Ibracon (Instituto dos Auditores Independentes do Brasil) assinou convênio com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). A FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) é coexecutora do projeto, sendo responsável pelo Programa de Capacitação On-line, que tem como objetivo oferecer programas de formação em IFRS (normas contábeis internacionais), tanto as globais quanto aquelas específicas para PMEs (pequenas e médias empresas), além das normas internacionais de auditoria (NIAs).

O curso é estendido, também, a todos os profissionais contadores e aos usuários de informações financeiras em condições especiais. O projeto tem, ainda, outras duas frentes de atuação: a primeira diz respeito à tradução e revisão de materiais e à elaboração de propostas para adoção das normas internacionais e a segunda é a elaboração de um plano de difusão das novas normas, com a realização de seminários, conferências e outros eventos que permitam atingir ampla parcela da sociedade civil para discutir a conversão das IFRS e das ISA.

“A aprovação do projeto e a liberação dos recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) representam reconhecimento internacional do trabalho desenvolvido pelo Brasil e revelam que estamos no caminho certo, ocupando posição relevante no debate sobre a convergência das IFRS e das normas internacionais de auditoria independente e na sua efetiva implantação no País”, declara Eduardo Pocetti, Presidente do Ibracon.

O Prof. Iran Siqueira Lima, Presidente da FIPECAFI, vislumbra a possibilidade de o programa promover melhorias nos cursos de graduação em Ciências Contábeis de todo o País. “O ensino a distância facilita a atualização e o desenvolvimento da educação dos professores e, consequentemente, dos alunos”, declara o Prof. Iran Siqueira Lima.

 

Curso - O curso está com as inscrições abertas para professores de graduação em Ciências Contábeis.

O curso será ministrado integralmente na modalidade de ensino a distância e terá seis módulos: Relatórios Financeiros; Ativo; Obrigações, Receitas, Contratos de Construção e Concessões; Grupos de Empresas e Instrumentos Financeiros; IFRS para Pequena e Média Empresa e Normas de Auditoria.

Para a Professora Rosa Trombetta, Gerente de cursos eLearning da FIPECAFI, “é fundamental que os jovens que estão sendo formados para atuar como contadores sejam orientados por professores atualizados quanto às mudanças que ocorreram com a adoção das normas internacionais”, declara. Sobre o fato de o curso ser ministrado a distância, a Professora Rosa Trombetta diz que “vivemos em um país de dimensões continentais. Com o curso a distância, nosso objetivo é aproximar e oferecer um programa de qualidade”, frisa a Professora Rosa Trombetta.

Apoio - O projeto é também apoiado pelo CFC (Conselho Federal de Contabilidade) e pela FACPC (Fundação de Apoio ao Comitê de Pronunciamentos Contábeis) e conta com a contribuição das outras entidades parceiras que compõem o CPC (Comitê de Pronunciamentos Contábeis), como a Apimec (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento no Mercado de Capitais), a ABRASCA (Associação Brasileira das Companhias Abertas) e a BM&FBOVESPA.

“Todos tiveram papel fundamental no desenvolvimento do projeto, com um objetivo comum, que é o processo de convergência das IFRS. As normas internacionais de contabilidade já são uma realidade para inúmeras companhias do País; então, o grande desafio agora é preparar as demais empresas e seus profissionais para adotar o padrão”, diz Pocetti. A educação e capacitação dos profissionais e professores de IES, temas contemplados no convênio entre o Ibracon e o BID, são fundamentais não só para a continuidade do processo de implantação das IFRS, mas também para garantir que elas sejam aplicadas corretamente no decorrer dos próximos anos. “Às empresas, instituições e órgãos representantes da categoria, cabe atrair os jovens para as oportunidades que a carreira contábil propicia. Já para as instituições de ensino, há o grande desafio de manter seus currículos sempre adequados à dinâmica realidade do mercado e de garantir a oferta de vagas proporcional à intensa demanda futura. É fundamental contarmos com profissionais realmente aptos a dar conta desses desafios”, afirma Marco Aurelio Fuchida, superintendente do Ibracon.

Mais informações sobre o curso e inscrições podem ser feitas pelo site: http://www.ifrs.fipecafi.org

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da FIPECAFI