Como mudar o padrão de atrasos

Christian Barbosa (*)

relogioSabemos que todo mundo está correndo, só que no meio dessa correria acabamos nos tornando, além de corredores, “atrasadinhos” também. Atrasamos nossas reuniões, atrasamos para pegar os filhos na escola, atrasamos o relatório, atrasamos o happy hour, atrasamos o lazer etc. Para se ter uma ideia de como pode ser negativo chegar depois do horário combinado em um compromisso, no Japão, por exemplo, é considerado um sinal de deselegância, desrespeito e falta de educação.

Atrasar é uma consequência natural da correria, de um estado mental em que entramos e que se reflete em diversas áreas da nossa vida. O pior é que esse estado nem sempre é uma realidade; pode ser apenas uma percepção, uma matriz em que entramos sem perceber e acabamos vivendo essa ilusão.

No entanto, é preciso tomar cuidado com o excesso de atrasos. Uma pesquisa feita pelo Career Builder, site de recrutamento americano com cerca de 2.076 empregadores e profissionais de recursos humanos, apontou que para 69% dos entrevistados, os atrasos frequentes podem impedir uma promoção no emprego.

Quer uma forma de começar a mudar esse padrão? Comece a ser mais pontual. É um pequeno começo, mas que vai ajudar a fazer uma grande revolução. Se você marcar a reunião às 9 horas, programe-se para chegar às 8h45, talvez até antes. Se você tem um evento externo às 15 horas, planeje para chegar as 14h30 e assim por diante. Antecipe. Crie esse padrão mental e de atitude.

Esse “tempo extra” é o que evita atrasos por problemas de caminhos errados e trânsito congestionado, e também é o tempo que pode ser usado "para dar um tempo", ou seja, para simplesmente sentar na cadeira e esperar. Uns minutos para você ler uma revista, um livro ou simplesmente pensar na vida.

Desacelerar aos poucos para a vida começar a andar, em vez de simplesmente correr: não é um conceito simples, mas é um conceito importante. Pense a respeito. Vá devagar!

 

(*) Christian Barbosa é especialista em administração de tempo e produtividade, e CEO da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo. Ministra treinamentos e palestras para as maiores empresas do país e da Fortune 100. Autor dos livros A Tríade do Tempo; Você, Dona do Seu Tempo; e Estou em Reunião; e co-autor do Mais Tempo, Mais Dinheiro. Sua mais nova obra: Equilíbrio e resultado – Por que as pessoas não fazem o que deveriam fazer? Contato: www.triadps.com.br e www.maistempo.com.br