Passeio barato e educativo na capital paulista

Reportagem: Equipe ProfessorNews

butantan jararaca17022012Você tem medo de cobras? Certamente que sim! Pois são venenosas e suas picadas são mortais. Será? Essa definição vale para algumas espécies de cobras e não para todas.

Existem cobras venenosas (peçonhentas) e não venenosas (não peçonhentas).

Uma boa oportunidade para conhecer as serpentes (cobras) de perto é visitar o Instituto Butatan, um dos maiores centros de pesquisa biomédica do mundo, responsável por maior parte de soros e vacinas produzidas no Brasil, entre elas, vacina contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, influenza sazonal e H1N1.

Além das vacinas, o Butantan produz soros contra picadas de cobras, aranhas e escorpiões. O Hospital Vital Brasil, que funciona no Instituto Butantan, oferece tratamento gratuito para qualquer pessoa picada por animais peçonhentos (venenosos).

Com o serpentário em reforma, dos três museus do instituto abertos ao público, o mais concorrido é o Museu Biológico, que é um dos poucos museus do mundo a apresentar uma exposição viva e permanente de serpentes, aranhas, escorpiões e iguanas.

A poucos centímetros de seus olhos estão as perigosas (e também as nem tanto) serpentes. São mais de sessenta espécies de serpentes brasileiras e "estrangeiras", de quatro continentes. Não se preocupe, pois existe uma parede de vidro que o protegerá. Os exemplares que mais impressionam os visitantes são as najas da África e da Índia (pela potência de seus venenos) e jiboias e sucuris (pelo tamanho, pois não são venenosos).

A jiboia (Boa constrictor constricto) é uma serpente que chega a medir de três a quatro metros (algumas podem chegar a cinco metros, de acordo com informações de www.biologados). Apesar de ter fama de animal perigoso, não é peçonhenta e é dócil, razão pela qual existem pessoas que criam essa serpente como animal doméstico (aquela cobra que as pessoas enrolam no pescoço, sem medo, como pode ser visto neste link). Alimenta-se de ratos e animais pequenos (veja aqui).

butantan sucuri17022012O sucuri (Eunectes murinus) é originário da América do Sul e pode atingir comprimento de 10 metros e pesar 250 quilos. Não é peçonhento, mas a força de seu "abraço" pode esmagar e sufocar animais como: macacos, aves, jacarés, tartarugas e antas, sua fonte de alimentação). É considerado a segunda maior serpente do mundo (www.parquesuica.com.br), atrás apenas da píton-real (Python reticulatus), que vive no sudeste asiático e mede mais de 10 metros (um exemplar de píton pode ser observado na matéria Aquário de São Paulo).

O Instituto Butantan é um centro de pesquisa biomédica vinculado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e desenvolve estudos e pesquisa básica na área de Biologia e Biomedicina, relacionadas, direta ou indiretamente, com a saúde pública. Produz vacinas e soros para uso profilático e curativo. Colabora no combate a surtos epidêmicos com órgãos da Secretaria da Saúde e do Ministério da Saúde, National Institute of Health, dos EUA, Bill & Melinda Foundation, fundação do Bill Gates dedicada a pesquisa e ações comunitárias em saúde.

O Instituto Butantan fica na Av. Vital Brasil, 1500, Butantã, São Paulo (SP). Está aberto à visitação no horário das 9:00 às 16:30 horas, de terça-feira a domingo. O ingresso custa* R$ 6,00 (adultos) e R$ 2,50 (estudantes e crianças acima de 7 anos), sendo gratuito para crianças de até 7 anos e pessoas acima de 60 anos.

Para saber mais, acesse o site do Instituto Butantan.

Fotos: Equipe Professornews

* Preços de fevereiro de 2012.