Durante sua vida, conseguiu vender somente um quadro

van gogh7Vincent Willem van Gogh nasceu em 30 março de 1853, em Groot-Zundert, província de Brabant do Norte, Países Baixos (Holanda) e faleceu aos 37 anos, em 1890, na França. É considerado um dos maiores pintores pós-impressionistas do mundo, mas sua grande fama veio somente após sua morte, pois durante sua vida conseguiu vender somente uma obra: "O Vinhedo Vermelho" (foto 1). 

van gogh museum2No curto período ativo como pintor (1881-1890), produziu um grande número de obras, das quais existem preservadas hoje mais de 860 pinturas e cerca de 1.200 obras sobre papel. No Museu Van Gogh (foto 2), encontram-se 201 pinturas, 437 desenhos e 31 gravuras. Outras obras estão expostas no Museu Kröller-Müller, em Otterlo, Holanda, e no Musée d'Orsay, em Paris, França. Além desses, existem obras do artista em museus dos Estados Unidos e Japão e em coleções particulares.

van gogh1Antes de se tornar um artista, Van Gogh (foto 3, em auto-retrato) enveredou por diversos caminhos. Com 16 anos (em 1869), começa a trabalhar para um negociante de arte internacional com sede em Paris, até ser demitido em 1875. Em 1876, aceita o trabalho de professor e assistente de pregador no colégio interno próximo a Londres, na Inglaterra. Seu interesse em pregar o evangelho aos pobres torna-se obsessivo. Muda-se para Amsterdã em 1877 e, no ano seguinte, é enviado para Borinage, um distrito de mineração de carvão no sul da Bélgica, onde ele trabalha como um pregador leigo. Faleceu em 29 de julho de 1890, em Auvers-sur-Oise, na França.

Suas obras sofrem influências à medida que vai aprendendo e incorporando novas técnicas e conhecimentos. As pinturas do artista podem ser divididas em cinco fases, de acordo com o Museu Van Gogh:

1881-1885: fase inicial

van gogh comedores de batataNo final de 1881, Van Gogh passa várias semanas, em Haia, para tomar lições de pintura com o artista Anton Mauve, um dos principais membros da Escola de Haia, casado com sua prima. Os seus primeiros trabalhos, entre 1881 e 1885, têm como tema principal os camponeses, pois a imagem da humildade e miséria dos camponeses holandeses tinha sido impregnada em suas memórias desde a época em que havia tentado ser pregador religioso nas minas de carvão de Borinage. A principal obra desta época foi “Os Comedores de Batata” (foto 4).

1886-1888: Paris

Em fevereiro de 1886, vai a Paris, onde já estava seu irmão Theo. O impressionismo causa grande influência sobre seu estilo. Nessa fase, sua paleta torna-se mais brilhante e descobre a técnica de pontilhado do neo-impressionismo, também chamada de pontilhismo.

van gogh31888-1889: Arles

Em fevereiro de 1888, Van Gogh aluga um estúdio em Arles, no sul da França. Nessa fase, ele trabalha com Gauguin e pinta os famosos quadros "Girassois" (foto 5). Em dezembro desse ano, Van Gogh corta parte de sua orelha esquerda, resultado de manifestação psicótica.

1889-1890: Saint-Rémy

No início de 1889, após sua alta de hospital, retoma a vida, mas, temendo uma recaída, interna-se no hospital psiquiátrico de Saint-Rémy, a 25 km de Arles. No período de internação, produz cerca de 150 quadros, que lhe serviu como terapia.

1890: Auvers-sur-Oise

Em maio de 1890, Van Gogh deixa Saint-Rémy e vai para Auvers-sur-Oise, uma cidade próxima de Paris. Volta a pintar com grande intensidade e chega a produzir nos últimos meses de sua vida quase uma pintura por dia. Em 27 de julho de 1890, fruto de seu distúrbio psiquiátrico, dá um tiro no peito em um campo de trigo, e falece dois dias depois.


Para mais detalhes sobre a vida e obras de Van Gogh, acesse a página do Museu Van Gogh. Ao visitar o museu "fisicamente", não deixe de locar o aparelho com o "guia virtual", que vai guiá-lo, contando a história de Van Gogh.  

Além das pinturas, Vincent van Gogh deixou registrado em cartas suas ideias e pensamentos. São mais de 800 cartas que ele enviou a colegas artistas, como Emile Bernard e Paul Gauguin, e, especialmente, para o seu irmão Theo, que foi seu esteio financeiro. A maioria dessas cartas está preservada no museu e é uma rica fonte de conhecimento sobre a vida e as obras do artista. Esses documentos estão catalogados e organizados, com acesso livre através do seguinte link: www.vangoghletters.org.

Fotos:  Equipe Professornews