Uma cidade que parou no tempo. Ainda bem!



Bruges.0.centro

É, sem dúvida, uma das cidades mais bonitas da Europa. Bruges tem o poder de encantar o turista e transportá-lo à Idade Média, como se estivesse dentro de um conto de fadas. Não é exagero, não!

A sequência de fotos abaixo prova essa afirmação.


bruges.1

As construções modernas da entrada da cidadezinha de Bruges é tipicamente europeia, não prenunciando o que vamos encontrar na região central da cidade.

A cidade é cortada por diversos canais, por onde circulam barcos de turismo que passam por casas construídas às margens dos canais. Pelo grande número de canais que cortam a cidade, Bruges é chamada também de "Veneza do Norte".



bruges.2

Ao adentrar o coração da cidade, as ruas tornam-se mais estreitas; cercadas de construções medievais, e calçadas idem.


bruges.3

As casas lembram aquelas que aparecem em contos de fadas. A cidade inteira é bem conservada e nos remetem aos tempos medievais.



bruges.4

No centro da simpática cidadezinha de Bruges, dominado do alto pelo campanário Belfort, de construção medieval, desfilam diversas lojas de grife. Se você não estiver disposto a andar, pode sentar-se confortavelmente no banco de uma charrete.



bruges.5

Na praça central, multidões de turistas de diversas nacionalidades apreciam a beleza antiga do local, fazem compras ou degustam iguarias nos cafés e restaurantes enfileirados que servem pratos típicos da região (um dos pratos famosos da região é um tipo de cozido de mexilhões).

O centro histórico de Bruges é considerado patrimônio mundial da humanidade pela Unesco desde 2000 (Fonte: http://whc.unesco.org/en/list/996).



bruges.6

Na terra do chocolate não poderiam faltar... os famosos chocolates belgas: de fabricação artesanal ou de grife.



bruges.7

Flores e frutas da época estão expostas em barraquinhas do mercado central, na principal praça da cidade. São lindas (as flores) e saborosíssimas (as frutas).



Sobre Bruges

bruges.8.mapa 

Bruges (Brugge em holandês) é uma cidade com quase 120 mil habitantes, localizada a cerca de 100 km de Bruxelas, capital da Bélgica. Seu centro histórico é considerado patrimônio cultural da humanidade pela Unesco, entre outras justificativas, pela preservação de conjunto arquitetônico que ilustra etapas significativas nas áreas comerciais e culturais da Europa medieval.

A cidade, que foi considerada a capital econômica da Europa nos Séculos XIII a XV, entrou gradualmente em estado de estagnação no final do Século XV.

Durante o século XIX, ingleses influenciaram a vida cultural da cidade, contribuindo para renovação do interesse na herança artística de Bruges e a restauração de edifícios históricos. Ao mesmo tempo, o turismo encontrou novo interesse na cidade antiga.

O centro histórico da cidade abrange exatamente a mesma área que o perímetro da antiga povoação. A cidade tem preservado as estruturas arquitetônicas e urbanas que documentam as diferentes fases de seu desenvolvimento. A renovação final do século XIX, de fachadas, introduziu um estilo neo-gótico, especial de Bruges.

Fonte:  Unesco (http://whc.unesco.org/en/list/996)

Fotos: Equipe Professornews