O programa de visitas gastronômicas tem roteiro direcionado para aprender sobre a cultura hispânica

Tapas, paella e asado de cordero são alguns exemplos dos pratos típicos da cidade de Madrid e do norte da Espanha. Para estudantes de gastronomia, chefes de cozinha ou, simplesmente, para aqueles que gostam de culinária, o programa de visitas técnicas da CI - Central de Intercâmbio e Viagens, com foco na gastronomia dessa região da Europa, é uma oportunidade que alia aprendizado com descobertas de novos hábitos e culturas.

É esse o propósito do programa que criou um roteiro personalizado para quem quer aprender mais sobre culinária viajando durante nove dias, e conhecendo a gastronomia espanhola. A programação inclui atividades práticas em restaurantes e bares renomados, passeios por mercados populares, degustações e oficinas em escolas de culinárias orientadas por chefes locais.

Como participar de uma visita gastronômica? Um grupo de profissionais, estudantes ou interessados na área se organiza e procura uma agência da CI para fazer o tour e conhecer mais sobre a cultura gastronômica da região.

As visitas técnicas também levam o grupo para conhecer casas de queijos e vinhos ibéricos, usina de azeite de oliva, museu temático e fábricas de jamón (presunto típico), entre outros locais. O viajante ainda vai participar de aulas de culinária para aprender a cozinhar pratos típicos do norte da Espanha, como da região basca.

O roteiro inclui as cidades de Madrid, Elciego, Bilbao, San Sebatian, Fuente De e Tordesillas. Um dos destaques do roteiro é a visita pela cidade de San Sebastian, única cidade, além de Paris, que possui três restaurantes com a máxima qualificação do guia gastronômico.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CI - Central de Intercâmbio e Viagens