Reprodução parcial do artigo da Professora Maria Helena M. S. Afonso: Nossos ancestrais e as bebidas no decorrer dos milênios (*)

bebida refrescanteO artigo de hoje embarcará numa rápida viagem sobre a origem das bebidas e seu aspecto social e cultural na humanidade. A história do mundo pode ser contada e entendida através das bebidas que foram criadas ou descobertas no decorrer dos milênios.

As culturas ao redor do mundo têm rituais e horários diferentes para beber, dependendo das suas tradições locais e o significado de beber pode mudar de acordo com cada uma delas.

Na Rússia, por exemplo, a famosa Vodka é consumida regularmente e é muito popular, porque o frio é terrível e ajuda as pessoas a se sentirem aquecidas e podem bebê-la a qualquer hora do dia.

cha verde20141116 181605O chá verde (o-tcha), por sua vez, é a bebida favorita no Japão. É servido após as refeições e nas reuniões. É bebido quente e puro, sem nada adicionado. Também no Japão, o arroz dá origem ao saquê, bebida bastante tão valorizada que é oferecida aos deuses xintoístas, e também é servida em ocasiões especiais como casamento, inauguração de lojas e comemorações. Mas o saquê está presente também na mesa dos japoneses como uma bebida popular.

O lassi é uma bebida láctea superpopular na Índia, onde todos os hindus bebem para se refrescar. Por ser derivada do leite, é também uma bebida sagrada. O chá indiano teve origem do Cháe (em sânscrito), depois virou Chá na China e Tea na Inglaterra. Originário das terras altas do Himalaia, o tchai é degustado na Índia há muitos milênios, variando de região para região e, na forma de fazer, de família para família.

Esse hábito de tomar o tchai várias vezes ao dia, em casa e no trabalho, é comum em toda a Índia, mesmo em regiões quentes. Os ingleses levaram também esse hábito para a Inglaterra, além de importarem diversos tipos de chá preto da Índia para seu país até hoje.

Tom Standage, em seu livro História do Mundo em 6 Copos, publicado pela Jorge Zahar Editor, aborda de forma simpática e curiosa a história da humanidade através das bebidas mais conhecidas até os dias de hoje: cerveja, vinho, destilados, café, chá e a famosa Coca-Cola.

Somente nos últimos dez mil anos é que outras bebidas tiraram a vez da boa e deliciosa água que nos ajudou a sobreviver, e uma das suas principais características é que nenhuma delas está disponível na natureza.

Muitas foram e ainda são utilizadas na mitologia, em rituais religiosos, para ressaltar o poder e o prestígio, para celebrar datas importantes e fortalecer relacionamentos sociais.

As bebidas tornaram-se populares quando atenderam a alguma necessidade específica ou alinharam-se com alguma tendência histórica.

Leia o texto completo no link da Professora Maria Helena.

(*) Maria Helena Magalhães Sarmento Afonso é mestre em Comunicação, com pós-graduação em Sucesso Empresarial e Marketing Internacional e cursos de extensão em Marketing e Comércio Exterior na FGV. Coach certificada pela Integrated Coaching Institute. Diversos cursos no exterior sobre temas internacionais e interculturais. Palestrante internacional, professora de pós-graduação da Universidade Mackenzie e diretora da DBI Foreign Trade.