Análise do fluxo de fundos e fluxo de caixa

Masakazu Hoji (*)

É melhor uma empresa gerar lucro ou caixa? Esta é uma pergunta simples, mas que muita gente não sabe responder com convicção.

É senso comum que todas as empresas procuram gerar lucros cada vez maiores. Então, o lucro é bom, certo? Entretanto, de tempos em tempos, existem empresas lucrativas que quebram por falta de caixa. Como pode isso acontecer?

Reprodução parcial do artigo da Professora Maria Helena M. S. Afonso: Highlights sobre a China - Parte III (*)

ano novo chines 22012012A China, durante anos, fascinou os ocidentais, pois sempre se apresentou como uma terra misteriosa, cheia de surpresas e indevassável.

Maioria das pessoas não sabe administrar os próprios sentimentos de forma a ter sucesso

Claiton Fernandez (*)

português - amorJá há algum tempo, o mercado de trabalho percebeu que mais do que a formação, a inteligência e o grau de especialização são mais importantes. O que faz um profissional ser competente é a maneira como ele lida consigo mesmo e com os outros.

Alguns procedimentos podem evitar dores de cabeça

Cheques ainda são um meio de pagamento bastante utilizado, principalmente, para parcelar compras e dar garantias de pagamento. Entretanto, os valores dos cheques podem ser adulterados (sempre para mais, é claro) por estelionatários.

Encontro promovido pela Editora Atlas reúne especialistas em Negócios e Mercado Internacional

sarau atlasNa última terça-feira (21), a Editora Atlas promoveu o II Sarau de Negócios Atlas, na Livraria Martins Fontes, em São Paulo (SP), com a participação de especialistas das áreas de Marketing, Administração, Planejamento, Gestão e Mercado Internacional, contando com a presença de mais de uma centena de professores, universitários e profissionais de Marketing.

Especialista mostra radiografia de um plano de negócio

Max Guimer S. Toledo (*)

Nesses anos de consultoria, a partir do que observávamos, da experiência pregressa que trazíamos e do estudo da literatura, desenvolvemos uma metodologia simples para mostrar aos nossos clientes como seria o ciclo de gestão de qualquer negócio: quatro etapas interligadas e denominadas análise, planejamento, execução e controle.