Com emoção, os ensinamentos ficam fortemente gravados na mente

Por Luiz. A. Castanha (*)

94px-BurmaRaniContar histórias faz parte da vida dos seres humanos desde a Idade da Pedra. Com elas nos envolvemos, emocionamos e aprendemos. As pessoas identificam-se com os protagonistas, torcem pelo seu sucesso e, muitas vezes, inspiram-se para atingir seus próprios alvos. Essa é uma ferramenta poderosa, capaz de difundir o conhecimento entre as gerações.

Empreender implica um investimento pessoal

Por Márcia Regina Bartels (*)

Ao abordar a palavra educação, intuitivamente fazemos sua associação ao ensino, aprendizagem, escola, família, instrução etc. Contudo, o conceito de educação está sendo ampliado, alcançando outros espaços formais e não formais. Assim, quando pensamos sobre a ideia de empreendedorismo, geralmente fazemos associação à capacidade de criar novas oportunidades, gerir empresas, alcançar sucesso, gerar emprego, renda e riqueza.

A ciência que desvenda os mistérios da mente humana

Daniele Rangel (*)

Tomamos sempre as nossas próprias decisões na hora do consumo? Por que preferimos comprar determinados produtos ignorando outros? E até que ponto o cérebro escolhe o que consome?

Gestão de resultado operacional por meio de um modelo de tomada de decisão de hedge

Masakazu Hoji e Reinaldo Pacheco da Costa (*)

hedge balançaO conteúdo deste artigo, reproduzido parcialmente, foi apresentado originalmente no XXV ENEGEP - Encontro Nacional de Engenharia de Produção (HOJI & COSTA, 2005) e posteriormente publicado na Revista Contabilidade Vista & Revista, da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, sob o título: Gestão de resultado operacional por meio de um modelo de tomada de decisão de hedge (HOJI & COSTA, 2006).

Como mudar o padrão de atrasos

Christian Barbosa (*)

relogioSabemos que todo mundo está correndo, só que no meio dessa correria acabamos nos tornando, além de corredores, “atrasadinhos” também. Atrasamos nossas reuniões, atrasamos para pegar os filhos na escola, atrasamos o relatório, atrasamos o happy hour, atrasamos o lazer etc. Para se ter uma ideia de como pode ser negativo chegar depois do horário combinado em um compromisso, no Japão, por exemplo, é considerado um sinal de deselegância, desrespeito e falta de educação.